Aracaju: Radares implantados na avenida Etelvino Alves de Lima

A Prefeitura Municipal de Aracaju, através da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), informa que os dois equipamentos de fiscalização eletrônica da avenida Etelvino Alves de Lima começarão a operar nesta segunda-feira, 11.

Os equipamentos foram instalados na avenida atendendo a pedidos da população que mora e trabalha na região, devido aos altos índices de acidentes de trânsito no local. Menos de um ano após a sua inauguração, a Etelvino já registrava dezenas de colisões, além de vítimas com ferimentos e mortes. O objetivo da implantação dos radares é inibir o excesso de velocidade, causador da maioria das ocorrências na via.

A SMTT ressalta que os dois aparelhos de fiscalização eletrônica foram remanejados de outros pontos de Aracaju, portanto, o número de pontos com fiscalização eletrônica na cidade permanecerá o mesmo: 55. Após a realocação, os radares foram aferidos e liberados pelo Inmetro no dia 21 de fevereiro e funcionaram apenas em caráter experimental e de testes desde então.

Infração
O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) divide a infração de ultrapassagem de velocidade em três categorias: excesso de até 20% acima do permitido; excesso de 20% a 50% acima do permitido; e excesso de 50% ou mais acima do permitido. Nos três casos, o condutor é multado e recebe pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Aplicando a Lei ao limite de velocidade estabelecido para a avenida Etelvino Alves de Lima, o condutor que circular pela região entre 61km/h e 72km/h vai somar quatro pontos na CNH e pagar multa de R$ 130,16; se a velocidade do veículo estiver entre 73km/h e 90km/h, o valor da multa será de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira; qualquer velocidade acima de 91 km/h renderá multa de R$ 880,41 e a suspensão imediata do direito de dirigir.